quinta-feira, 19 de abril de 2018

Exposição homenageia Dia Internacional do Livro


Está em cartaz no hall da Biblioteca Central Julieta Carteado, da Universidade Estadual de Feira de Santana (BCJC/Uefs), até 4 de maio, a exposição fotográfica “10 anos da Biblioteca Setorial Monteiro Lobato na Feira do Livro”. O evento é alusivo ao Dia Nacional do Livro Infantil, comemorado no dia 18 de abril. A visitação é aberta às comunidades interna e externa.

quarta-feira, 18 de abril de 2018

Exposição "Gênese sertaneja", em cartaz no MRA


“Gênese Sertaneja: a Interconexão Cultural do Museu Regional de Arte e Museu Casa do Sertão” é o tema da mostra que reúne num só espaço, sensibilidade e subjetividade artística com a realidade sociocultural sertaneja, em especial aspectos do cotidiano e elementos do oficio do vaqueiro e está exposta no Museu Regional de Arte (MRA), localizado no prédio do Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca).
A mostra fica em cartaz até 20de junho.

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Projeto mostra o Samba de Roda


Com o objetivo de desenvolver e estimular o conhecimento do público sobre a cultura do samba de roda, a Casa do Samba, localizada no município de Santo Amaro, com o apoio do Governo do Estado, irá promover o projeto ”Museu do Samba de Roda: Essa Casa é Nossa”. As atividades terão início na segunda-feira, 16 de abril, e seguem até setembro com diversas ações.
As atividades, além de acontecer no próprio centro cultural, também serão realizadas em algumas escolas do município e de cidades vizinhas. As principais ações a serem desenvolvidas serão: visitas guiadas pela exposição permanente de samba de roda, com recepção de escolas, universidades, pesquisadores e comunidade em geral; oficinas de dança, canto, maculelê e de construção e toque de berimbau; encontro dos Mestres do Samba de Roda; apresentações de Samba de Roda; intercâmbios culturais; e, por fim, o caruru de Cosme e Damião.

terça-feira, 10 de abril de 2018

Bule Bule lança livro de cordel


Dois elementos de extrema importância simbólica para a cultura brasileira – a literatura de cordel e o panteão africano, com tudo o que representam para a Bahia e o Nordeste – se encontram no livro “Bule-Bule – Orixás em Cordel”. De autoria do mestre da cultura popular nordestina, Antônio Ribeiro da Conceição, artisticamente conhecido como Bule-Bule, o livro acaba de ser apresentado ao público e já se encontra à venda nas livrarias.

segunda-feira, 19 de março de 2018

Exposição traz mapas originais dos séculos XVI, XVII e XVIII


A exposição “A vastidão dos mapas” será aberta, em Salvador, amanhã, dia 20, no Palacete das Artes – espaço vinculado ao Instituto do Patrimônio Artístico e Cultura/Secretaria de Cultura da Bahia – apresentada pelo Ministério da Cultura, por meio da Lei Rouanet e com curadoria de Agnaldo Farias.
A mostra traz um conjunto de mapas originais dos séculos XVI ao XVIII do núcleo de cartografia da Coleção Santander Brasil, num diálogo instigante com obras contemporâneas que se relacionam com questões como o mapeamento do espaço, das fronteiras, dos deslocamentos e fluxos territoriais, econômicos, culturais e subjetivos. A exposição tem entrada gratuita e estará aberta à visitação até o dia 20 de maio, após esse período, embarcará para Uberlândia (MG).
A mostra apresenta mais de 80 obras, sendo 15 mapas pertencentes à Coleção Santander Brasil, correspondentes aos artistas Arnoldus Montanus, Giacomo Gastaldi, Henricus Hondius, Jodocus Hondius, Johannes Janssonius, Joan Blae, Johannes Covens, Cornelis Mortier e Justus Danckerts.
*Com informações da Secult/Bahia
*Foto: Quadro de  Marcelo Brodsky

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Compositor feirense desponta para a música baiana

O compositor e produtor cultural Vandson Nascimento, depois de lançar a música “Lagoa do jacaré”, que faz uma homenagem a Feira de Santana, valorizando os seus principais pontos turísticos, agora apresenta mais uma composição: “Deixe-me ir”, composta especialmente para presentear a banda de pagode de mesa Pagonejo.
É mais um feirense que começa a surgir para o cenário da música baiana e, quem sabe, nacional.

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Banda A Safadinha do Forró é destaque entre os amantes do Forró e Sertanejo

A banda A Safadinha do Forró começa  a  se  destacar  em várias  festas  do  estado  e  de  outras  capitais,  após  ser  consagrada  pela critica  e  participar  de  vários  eventos  ligados  a vaquejadas, festas de vaqueiro, festas de São João, São Pedro e outras. A banda vem da cidade de Aracaju, que é conhecida nacionalmente como o celeiro do Forró no Brasil, razão pela qual vários nomes importantes da musicalidade nordestina surgiram do estado sergipano e  hoje  fazem  parte  do  cenário nacional.
Nos últimos meses, a Banda A Safadinha do Forró fez grandes apresentações, em diversas cidades do Nordeste. Tudo graças à música empolgante da banda. “As pessoas ficam eletrizadas, principalmente nas festas, onde a banda sobe aos palcos, mostrando uma cara nova no Forró”, comenta Devany Silva, que empresaria a banda.
A Banda A Safadinha do Forró se prepara agora para lançar um novo CD, por uma gravadora independente.  Emocionados, os integrantes dizem que este é um sonho que eles sempre sonharam alcançar. Segundo Devany Silva, o som diferenciado, com pitadas de forró, Vanerão e sertanejo universitário, vem com o jeito brasileiro de fazer música, criando combinações perfeitas para animar qualquer festa.
A banda está começando o agendamento dos shows em todo o país, bastando ligar no escritório (79) 99847-4376 ou enviar email para banda.asafadinha@gmail.com

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Academia inaugura espaço cultural no MAP

A Academia Feirense de Letras inaugurou recentemente, no Mercado de Arte Popular, o “Espaço Literário de Feira de Santana”, voltado para divulgação e comercialização de livros, CD's, DVD's, revistas e demais produtos relacionados ao universo cultural de nossa cidade, o espaço está instalado no Box C8 e estará sempre aberto à comunidade. A iniciativa é do ativista cultural, advogado e presidente da Academia, Emanoel Freitas. A ação também conta com a participação da Academia de Letras e Artes e do Instituto Histórico e Geográfico de Feira de Santana.

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

O surgimento do Informativo Cultural


No dia 13 de julho de 1988, nascia, em Feira de Santana,  o “Informativo Cultural”, um tabloide semanal, fundado por Tião Pereira e Sandro Penelú, o único jornal de cultura da região, um veículo que, anos mais tarde, seria imitado por praticamente todos os setores da imprensa local, efervescendo definitivamente a vida cultural da cidade, incentivando produtores e artistas a mostrarem seus trabalhos.
Hoje, lido por pessoas de todos os recantos no mundo, graças à Internet, o Informativo Cultural segue cumprindo o seu papel de divulgar e valorizar a cultura e os artistas de Feira de Santana - Bahia.
Na foto, a equipe de colaboradores do IC. Da direita para a esquerda: Giovanni, Alessandro, Tião Pereira (o idealizador do projeto) Cristiane e Penelú.